Camobi segura

Representantes da Prefeitura, por meio do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), estiveram reunidos com integrantes do grupo Camobi Segura na noite desta segunda-feira (27). O encontro teve como objetivo apresentar o funcionamento do Ciosp ao grupo a partir da autorização de uso de cerca de 40 câmeras privadas para monitoramento diretamente no Centro Integrado, a partir de julho. Na ocasião, também houve a entrega de um tablet do Camobi Segura ao superintendente do Ciosp, Sandro Nunes. O encontro ocorreu no CTG Sentinela da Querência, no Bairro Camobi, e contou com a presença do prefeito Jorge Pozzobom.

Sobre o tablet, o superintendente do Ciosp específica que não será utilizado para registrar ocorrências nem solicitação de presença da Guarda Municipal ou outro órgão público de segurança no bairro, pois isto configura em serviço privado de segurança. O equipamento ferramenta para comunicação entre o Camobi Segura e o Centro Integrado sobre os sistemas de videomonitoramento que serão vinculados. É mais uma ferramenta tecnológica de captação de dados e informações, porém não dispensa abertura de ocorrência pelos canais oficiais, como 153 e 190.

Atualmente, cerca de 1.025 câmeras espalhadas por Santa Maria estão conectadas à sala de monitoramento, na qual atuam a Guarda Municipal, a Brigada Militar, a Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil, tanto municipal quanto estadual, a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) e a Coordenadoria Municipal de Trânsito Urbano (CMTU). O serviço de videomonitoramento conta com equipamentos do Município, do Estado e de propriedades privadas (com câmeras de fachada, que captam apenas a movimentação nas ruas e calçadas).

Texto: Joyce Noronha (Mtb: 16.033)
Fotos: João Alves (Mtb: 17.922)
Secretaria Extraordinária de Comunicação
Prefeitura Municipal de Santa Maria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *